Preservação da Fertilidade em Mulheres com Endometriose

 A endometriose é doença benigna caracterizada pela presença de implantes de tecido menstrual (endométrio) no abdome e pelve. Pode atingir ovários, intestinos, bexiga e até pulmões. É um dos principais agravos à saúde da mulher, causando como manifestações principais a dor pélvica e a infertilidade. Embora seja difícil estabelecer precisamente a prevalência da doença, estima-se que até 10% das mulheres em idade reprodutiva sofram de endometriose. Dentre as inférteis, esta proporção chega a 40% e até 70% das pacientes com…

Leia mais

Tratamentos para fertilidade

Os tratamentos de fertilidade a serem instituídos para auxiliar os clientes na obtenção da gravidez podem ser divididos em baixa e alta complexidade. A indicação da melhor técnica depende das causas que estão motivando a infertilidade e, por isso, faz-se necessária a avaliação de um especialista na área. Os tratamentos de alta complexidade são também conhecidos como técnicas de reprodução assistida, como os casos de fertilização in vitro e a transferência embrionária, com todas as suas variedades. O óvulo é…

Leia mais

Quando procurar um especialista em Reprodução Humana?

A cada dia é mais comum ouvir que os casais que passam por dificuldade de engravidar e fazem algum tratamento para alcançar a gravidez, ficam ansiosos e questionam se há algum problema. Será que todos os casais necessitam da avaliação com especialista em Reprodução Humana? Quando a mulher suspende o contraceptivo para engravidar, ela deve fazer uma consulta com o ginecologista geral para a realização de alguns exames de rotina e a prescrição do ácido fólico. Nesse momento, não há…

Leia mais

Esclarecendo sobre ovodoação

A doação de óvulos, Ovodoação, é uma opção nas seguintes situações: -Mulheres com idade maior que 40 anos. -Reserva ovariana reduzida. -Falência ovariana prematura (menopausa precoce). -Má resposta à hiperestimulação ovariana controlada para FIV convencional. -Falência ovariana pós-quimioterapia ou radioterapia, ooforectomia bilateral. -Risco significativo de transmissão de doenças genéticas à prole. No Brasil, a doação de gametas é regulamentada pela resolução 2.121/2015 do Conselho Federal de Medicina – CFM, por Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa e…

Leia mais

Miomas e infertilidade

Os miomas uterinos, também conhecidos como fibromas ou leiomiomas, são tumores benignos  compostos por células musculares que formam a camada muscular do útero (miométrio). Ocorrem em  aproximadamente 25 a 35% das mulheres em idade fértil. Afetam a qualidade de vida das mulheres  porque são causas comuns de sangramento, dor pélvica e outros sintomas, embora possam ser  assintomáticos em até 50% dos casos. A ocorrência de sintomas está associada à localização e o número  de miomas uterinos. O diagnóstico é comumente…

Leia mais

Marcadores: , ,

Infertilidade masculina existe?

As causas da infertilidade conjugal são divididas em fatores masculinos e femininos e podem andar em conjunto ou separados. O fator masculino é responsável, isoladamente, por aproximadamente 35% das causas da dificuldade para engravidar em um casal, e em 20% das vezes associa-se com um transtorno feminino. Rívia Lamaita, especialista em Reprodução Humana e coordenadora do Centro de Reprodução Humana da Rede Mater Dei de Saúde, explica um pouco mais sobre o assunto. Quais as principais causas da Infertilidade Masculina?…

Leia mais

Como funcionam os tratamentos disponíveis para os casais inférteis?

Há várias modalidades terapêuticas disponíveis para os casais inférteis. A abordagem deve ser individualizada, levando em conta a idade da mulher e o tempo de infertilidade, além da existência de outros cofatores (infertilidade masculina, por exemplo) e os tratamentos realizados anteriormente. Os tratamentos disponíveis são: -Cirurgias (para diagnóstico e tratamento de endometriose e alterações tubárias, por exemplo). -Indução da ovulação e orientação de coito. -Indução da ovulação e Inseminação Intrauterina – IIU. -Fertilização in vitro – FIV.   O que…

Leia mais

O uso prolongado de anticoncepcionais reduz a fertilidade feminina?

Aparentemente, não. Estudos recentes revelam que o uso de anticoncepcionais por vários anos não reduz a fertilidade feminina. Um dos estudos avaliou mais de 3000 mulheres que usaram anticoncepcionais por vários anos (em média sete anos) em relação as que usaram por curtos períodos. Não houve diferença entre os dois grupos no que se refere às chances de engravidar. Após a interrupção do anticoncepcional, a maioria das mulheres volta a ovular em até três meses. A ausência de gravidez, após…

Leia mais

A adenomiose pode causar infertilidade?

O assunto é controverso. A adenomiose é uma doença benigna caracterizada pela presença do tecido menstrual (endométrio) na camada muscular do útero (miométrio). A doença acomete mulheres entre 40 e 50 anos, mas pode ocorrer também em mulheres mais jovens. Pode ser assintomática ou causar aumento do sangramento menstrual, dor pélvica e cólicas menstruais. Sendo músculo, o miométrio apresenta capacidade de contrair, o que parece ser importante para o funcionamento adequado do útero. A presença de adenomiose interfere com a contratilidade…

Leia mais

Obesidade e fertilidade

O número de mulheres obesas vem aumentando em todo o mundo assim como as doenças associadas a obesidade: diabetes, doenças cardíacas, vários tipos de câncer, distúrbios hormonais e reprodutivos. Mulheres obesas apresentam chance aumentada de desenvolver problemas hormonais que resultam em distúrbios ovulatórios, redução da fertilidade, aumento da chance de abortar e de ter crianças com problemas (anomalias congênitas), assim como menores chances de sucesso quando submetidas a tratamentos para engravidar. Aparentemente, isso ocorre devido às alterações que a obesidade provoca nos…

Leia mais